Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/6077
Título: Importância do cuidar e comunicar nos doentes com demência e suas famílias e a intervenção da fisioterapia em cuidados paliativos
Autor: Escarigo, Fábia Daniela Domingues
Orientador: Pereira, Carla Sandra Martins
Palavras-chave: Cuidados paliativos
Fisioterapia
Demência
Comunicação
Palliative care
Physiotherapy,
Dementia
Communication
Data de Defesa: 13-Abr-2018
Resumo: Introdução: Estima-se o aumento do número de doentes com demência em anos futuros, sendo a Demência uma doença para a qual os cuidados paliativos deverão ter resposta, pelas suas características incuráveis, progressivas e degenerativas, geradora de sofrimento ao doente e seus familiares. A multidisciplinariedade das equipas é um ponto fulcral para o sucesso das intervenções paliativas. Para além dos cuidados técnicos, a comunicação, como um dos pilares dos cuidados paliativos, é de extrema importância para uma coordenação e eficácia dos cuidados e também nas relações com os doentes, familiares e entre equipas. As equipas que prestam cuidados a estes doentes deverão estar preparadas para os novos desafios, não só ao nível da fisioterapia, mas também de outros profissionais que não sejam da área da saúde e que prestem serviço nos diferentes níveis de cuidados onde estes doentes possam estar internados. Objetivos: A demência, a comunicação e a fisioterapia, enquanto áreas de intervenção abordadas no contexto dos cuidados paliativos foram os temas centrais de implementação deste projeto, que teve dois objetivos: a) Evidenciar a relevância da fisioterapia no estágio de prática clínica, enquanto área que tem aumentado a sua expressão nos cuidados paliativos, através do contributo para o controlo de sintomas, complementando as estratégias farmacológicas e contribuindo assim para uma melhoria do bem-estar e qualidade de vida dos doentes; b) Desenvolver uma formação em serviço sobre estratégias de comunicação e cuidados, direcionada aos cuidadores das pessoas com demência. Metodologia: O presente relatório foi elaborado no âmbito do Mestrado em Cuidados Paliativos, pela Escola Superior de Saúde Dr. Lopes Dias do Instituto Politécnico de Castelo Branco. O projeto teve como tempo de execução 300 horas, das quais 200h dedicadas ao estágio de prática clínica realizado na UCP do HN. As restantes 100h foram divididas entre a pesquisa e elaboração da RSL “Técnicas de comunicação em doentes com demência e seus familiares em Cuidados Paliativos” e a implementação de um plano de formação no serviço da SC, intitulada “Importância do Cuidar e Comunicar nos Doentes com Demência e suas Famílias no contexto dos Cuidados Paliativos”. Resultados: Com a intervenção do fisioterapeuta na UCP conseguiu-se um melhor controlo e alívio de sintomas e problemas existentes dos doentes, através da aplicação das estratégias não farmacológicas como complemento às farmacológicas. Os problemas levantados com maior incidência foram a presença de secreções e alterações no padrão ventilatório, diminuição da mobilidade e força muscular, com consequentes limitações na realização das AVD´s. A integração do fisioterapeuta numa equipa de CP permitiu a discussão mais completa dos casos, tendo em conta que o fisioterapeuta debate-se sobre os aspetos motores e da funcionalidade, permitindo assim uma partilha de competências e comunicação com os restantes membros e uma melhor planificação dos cuidados aos doentes. De salientar também o papel ativo importante do fisioterapeuta na educação e esclarecimento aos familiares. Com a formação em serviço apresentada às cuidadoras dos doentes com demência permitiu alterações no desempenho dos cuidados prestados aos doentes. Assim verificou-se que as cuidadoras obtiveram melhorias após a formação nas seguintes competências: observação do corpo do doente enquanto presta cuidados de Higiene; preocupação e atenção com as refeições (preparação das refeições, utensílios, estímulo, observação no caso de disfagia, engasgo); preocupação com o bem-estar do doente (posturas de dor ou de agitação, fraldas, hidratação, barulho, temperatura) e interação e estimulação com o doente na realização das tarefas de higiene/diárias (tom de voz, postura).
Abstract Introduction: The increase in the number of patients with dementia in future years is estimated to be a disease to which palliative care should be given due to its incurable, progressive and degenerative characteristics, causing suffering to the patient and his relatives. The multidisciplinarity of the teams is a focal point for the success of the palliative interventions. In addition to technical care, communication as one of the pillars of palliative care is extremely important for coordination and effectiveness of care and also for relationships with patients, families and between teams. Teams that provide care to these patients should be prepared for the new challenges not only in physical therapy but also in other non-health professionals who provide care at different levels of care where these patients may be hospitalized. Objectives: Dementia, communication and physiotherapy as areas of intervention addressed in the context of palliative care were the central themes of implementation of this project, which had two objectives: a) To show the relevance of physiotherapy in the clinical practice stage, as an area which has increased its expression in palliative care by contributing to symptom control, complementing pharmacological strategies and thus contributing to an improvement in the well-being and quality of life of patients; b) To develop in-service training on communication and care strategies, aimed at caregivers of people with dementia. Methodology: This report was prepared within the scope of the Master's Degree in Palliative Care, by the Escola Superior de Saúde Dr. Lopes Dias do Instituto Politécnico de Castelo Branco. The project had 300 hours of execution, of which 200 hours dedicated to the clinical practice stage held at the UCP of HN. The remaining 100 hours were divided between the research and elaboration of the RSL "Communication techniques in patients with dementia and their relatives in Palliative Care" and the implementation of a training plan in the service of the SC, entitled "Importance of Caring for and Communicating in Dementia Patients and their Families in the Context of Palliative Care." Results: With the intervention of the physiotherapist , a better control and relief of existing symptoms and problems of the patients was achieved through the application of non-pharmacological strategies as a complement to the pharmacological ones. The problems most frequently encountered were the presence of secretions and alterations in the ventilatory pattern, decreased mobility and muscle strength, with consequent limitations in the performance. The integration of the physiotherapist into a Pallitive Care team allowed for a more complete discussion of the cases, taking into account that the physiotherapist discusses the motor aspects and functionality, thus allowing a sharing of skills and communication with the other members and a better planning of the care. Also note the important active role of the physiotherapist in education and enlightenment to family members. The in-service training provided to caregivers of patients with dementia allowed changes in the performance of patient care. Thus, it was verified that the caregivers obtained improvements after the training in the following competences: observation of the patient's body while providing hygiene care; concern and attention with meals (preparation of meals, utensils, stimulation, observation in case of dysphagia, choking); concern about the patient's well-being (postures of pain or agitation, diapers, hydration, noise, temperature) and interaction and stimulation with the patient in performing hygiene tasks / daily (tone of voice, posture).
Descrição: Relatório de Estágio apresentado à Escola Superior de Saúde Dr. Lopes Dias do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Cuidados Paliativos, realizada sob a orientação científica da Professora Doutora Carla Sandra Pereira, do Instituto Politécnico de Castelo Branco.
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/6077
Designação: Mestrado em Cuidados Paliativos
Aparece nas colecções:ESALD - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Relatório Prática Clínica_ Fábia_A.pdf10,5 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.